Tatuagem.

janeiro 30, 2009 at 2:55 am (Uncategorized)

Eu fui agorinha ao Blog do Rafa e o post dele me inspirou muito à escrever umas coisinhas.
E eu vou escrever.

Bom, eu fui aproveitar esse finzinho de férias dos meus amigos, porque eu tenho uma semana a mais que eles, na casa de uma amiga que eu acabei perdendo muito o vinculo por muitos motivos.
Bem, algumas coisas da vida a gente realmente não consegue esquecer.Quando eu coloquei os pés na casa dela, a casa na qual eu praticamente vivi metade da minha infância, era como se tudo voltasse pra mim, como se aquela casa estivesse cheia de risadas perdidas, de piadas estendidas.
Aquela casa estava completamente repleta de emoções, das mais raras e puras emoções.
Faziam dois anos que eu já não pisava mais la dentro, e tudo aquilo parecia novo e familiar ao mesmo tempo.
Nós passamos 5 horas conversando, e ela costuma ser uma pessoa muito mais fria do que eu, mas eu descobri que o tempo amoleceu o coração dela, e endureceu o meu.
Eu descobri que ela se lembrava de muitas coisas das quais eu achei que ela nunca tivesse levado em consideração.
Nós fomos criadas juntas, nossa família é como uma só.Mas nós duas sempre tivemos nossas diferenças e nossas brigas constantes.
E foi incrível para mim como ela conseguiu superar todas as diferenças e entendeu qual era o nosso lugar.

E eu me senti muito emocionada por estar ali com ela, relembrando de quando nós levávamos barbies para o box da avó dela e brincávamos de piscininha dentro do tanque, de quando dávamos aulas à bonecas de pano e à vassouras.Quando brincávamos de enfermaria com nossos brinquedos quebrados.
Relembrando até de coisas relativamente novas, como se nós fossemos duas senhoras de meia-idade sentadas em um banco verde-musgo numa praça repleta de crianças melequentas.
Relembrando de quando caíamos rolando no chão com nossos amigos que infelizmente não estão mais por perto, relembrando de conversas sobre namorados e términos de namoro.
Relembrando e relembrando.
Toda a nossa vida vista de dois angulos completamente diferentes, mas coma mesma doçura.

“E quando envelhecermos, vamos fantasiar que o mundo era melhor, que os políticos não eram corruptos e que os mais novo respeitavam os mais velhos…”

À todos nós, e a tudo que passamos…
Beijos, Ana Coelho.

Anúncios

Link permanente 4 Comentários

prontofaley.

janeiro 22, 2009 at 2:39 am (Uncategorized)


Rafael Cortez em um curta metragem.

Bom, eu estou a todo o vapor, me joguei legal na porcaria das férias e agora as aulas já irão voltar (le-se dia 9 de fevereiro)

Eu queria postar aqui as fotos da viagem que eu fiz para Figueira, Arraial do Cabo.Mas infelizmente meus Toddynhos(companheiros de aventura) ainda não me repassaram as fotos.

Então fiquem satisfeitos com o vídeo do Rafael Cortez, já que é super tudo haver conosco, jah que estudamos Produção Audiovisual.

(y)

11 à 19 de janeiro, em alguns parágrafos:

~>Eu fiquei quatro dias dormindo com 5 garotas completamente diferentes de mim, com cinco pessoas criadas de maneiras completamente diferentes das minhas e que cagam pra tudo o que eu mais prezo na vida.Essa experiencia rendeu muitos pensamentos dentro de minha mente adubada por informação e criação.

Eu passei tempo demais reprimindo tudo o que eu queria sentir, dando valor à coisas que elas não dão e tem a baldes, e eu nunca tive.São coisas na vida que nos fazem abrir os olhos e enchergar um futuro melhor para nós mesmo.

E se você que está me lendo agora (ui que sexy) também se sente um pássaro na gaiola, manda todo mundo cagar e se joga nesse restinho de férias que te sobrou.Vá a alugares que nunca foi.Ande 6 km na areia da práia sem beber água e sem parar.Durma com 5 criaturas completamente diferentes de você.Passe 3 madrugadas ouvindo as histórias delas e na quarta madrugada, acenda uma fogueira na praia e conte as suas próprias histórias.Não se iguale, não se irrite.Apenas tente compreendê-las sem necessitar de compreenção em retorno.

E quando se livrar deste inferno astral terrível, vá a um lugar e dance com alguém 15 anos mais velho que você.Sertifique-se de que ele esteja mascarado e que você nem desconfie de sua idade.Antes que ele tire a mascara, veja alguns peitos nus e então trate essa pessoa, com uma década de experiencia a mais que você, com muito carinho.Não pergunte seu nome, não troque informações, apenas dance e trate-a como trataria o amor da sua vida.

Flerte sem trocar palavras com mais umas duas ou tres outras pessoas e vá para sua casa no final deste dia.


Depois volta aqui e comenta dizendo como foi a experiencia de ser alguém MELHOR.


beijos, Ana.

Link permanente 1 Comentário

Not Big, Boy.

janeiro 7, 2009 at 1:45 am (Uncategorized)

[c=2]Igor Pinheiro[/c] diz:
qnto tempo a gente não se reuni
[c=63][b]Dylan                     ((sonheii com a mãe loira .-.  [/b][/c] diz:
¬¬
Ana.Coelho_ diz:
truth
Ana.Coelho_ diz:
ah, esqueci de perguntar Igor
Ana.Coelho_ diz:
dia 9 de fevereiro?
[c=2]Igor Pinheiro[/c] diz:
isso
[c=63][b]Dylan                     ((sonheii com a mãe loira .-.  [/b][/c] diz:
truth= ceita damorte que ela fala sempre que entra em chats

[c=63][b]Dylan                     ((sonheii com a mãe loira .-.  [/b][/c] diz:
e alg morre no caribe
[c=2]Igor Pinheiro[/c] diz:
uashdusahdusahduhsda

Opaaa galeraa!!

Como foram de virada de ano?E de Natal??

Eu juro que eu senti um pouco de falta desta loucura aqui, e que eu tou qaqui mais para matá-la do que outra coisa.

Eu estava aqui, há poucos minutos conversando no msn com o Cachorrão e o Dylan, e eles fizeram o Xét, Xét, Xétliiiiiiiiine.E já faz um bom tempo que nós não fazem isso, então o Dylan me manda essa coisa no comecinho da conversa.Foi irresistível.

Espero que estajam todos curtindo muito o verão, pois eu NÃO estou.

Beijos, Ana Coelho.

(d-.-b)Not Big-Lily Allen(d-.-b)

Link permanente Deixe um comentário